Sem jogo de empurra?

Redação

07 de novembro de 2009 | 06h40

Dilma definiu: as reuniões com representantes das cidades-sedes da Copa de 2014 só acontecerão com a presença dos respectivos prefeitos e governadores. Para adiantar o processo, o quarteto Orlando Silva, Paulo Bernardo, Márcio Fortes e a própria começa a receber, a partir da semana que vem, grupos de seis autoridades representando três cidades-sedes por vez.

Depois de cada encontro, técnicos do BNDES entram na sala e explicam as regras para o empréstimo, caso a caso, até R$ 400 milhões. Que não sairá enquanto governador e prefeito não assinarem a “Matriz de Responsabilidades”, documento em que dirão amém às exigências legais.

A candidata-ministra quer tudo pronto até dia 23.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: