Sem foco

Sonia Racy

17 de abril de 2012 | 01h09

O que era triste expectativa, acaba de se concretizar. Para abrigar os que virão ao Brasil participar da Rio+20, cariocas vão mesmo alugar suas casas. Não há espaço na rede hoteleira. Até agora, estão confirmados 150 chefes de estado e suas delegações – e, na aproximação do mês de junho, espera-se que este número dobre. Obama, por exemplo, só ratificou presença no último fórum verde com três dias de antecedência.

A culpa do problema tem endereço: o Itamaraty. Pelo que se apurou, em lugar de estabelecer um número de quartos para cada país, fez o contrário: concordou com todas as demandas – e só depois começou a somar o prejuízo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.