Sem faca no pescoço

Sonia Racy

26 de junho de 2012 | 01h04

Solução puramente técnica evitaria toda a polêmica em torno da revisão do processo do mensalão no STF, a cargo de Ricardo Lewandowski.

Para cumprir cronograma acordado entre seus pares e colocar a ação em pauta em 1º de agosto, o ministro poderia simplesmente liberar o caso para julgamento – e, depois, apresentar a revisão junto com seu voto. “Ele não está com a faca no pescoço”, afirma um dos integrantes do Supremo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: