Sem controle

Sonia Racy

10 de janeiro de 2014 | 01h05

O que mais chama a atenção dos executivos da Controlar desde que Haddad assumiu a Prefeitura é o fato de jamais terem sido recebidos pelo petista. Nem por Ricardo Teixeira, secretário do Verde.

Consta que a empresa – que deve fechar as portas dia 31 – tentou agendar audiências durante todo o ano passado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.