Segurança máxima

Sonia Racy

18 de maio de 2011 | 23h04

Se não fossem os atentos profissionais do Studio W, uma tragédia poderia ter ocorrido no salão de Wanderley Nunes, semana passada.

Uma mulher na faixa dos 40 anos entrou e fez um pedido: “Preciso de uma janela”. O funcionário indicou uma à direita, quando ouviu: “Quero pular em cima da Tiffany”. Seguranças do Iguatemi foram chamados e tudo acabou bem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.