Segurança

Sonia Racy

06 Agosto 2016 | 00h20

Cauteloso, Sergio Etchegoyen, do Gabinete de Segurança Institucional e responsável pela segurança da Olimpíada, lembrou – ao lado dos ministros Raul Jungmann e Alexandre de Moraes – que a tropa posta em ação, de 81 mil homens, “é normal em grandes eventos”. E é também normal, avisou, “que Forças Armadas participem desses esquemas”.

E completou com uma comparação bem-humorada: a diferença é que, normalmente, se você esquece uma mochila, ela é mandada para os “achados e perdidos”. Num grande evento, “ela vai parar no departamento antibombas”.