Segundo round

Sonia Racy

22 de março de 2016 | 00h54

A Fundação Ulysses Guimarães teria sido escolhida para organizar o que seria um adendo ao programa Uma Ponte para o Futuro (focado na economia), que foi montado e divulgado pelo PMDB em outubro do ano passado.

O projeto complementar defende, sim, a manutenção de alguns programas sociais – como o Bolsa Família. Mas, pelo que se apurou com fonte do partido, o Minha Casa Minha Vida não escaparia de cortes em uma possível gestão de Michel Temer.

O texto estaria recebendo contribuições diversas – inclusive do PSDB.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.