Sede ao pote

Sonia Racy

28 de fevereiro de 2011 | 23h10

Pelo menos um dos quase 20 funcionários da Vale se apavorou durante o fim de semana, no acampamento da empresa perto da cidade de Kerouane, na Guiné. Algo como 150 locais cercaram o que ainda serão as instalações da mineradora exigindo emprego. E para provar que queriam isso de verdade, mataram os… búfalos que circulavam no local. Pudera. O índice de desemprego no país africano está na casa dos 70%.

Indagada, a assessoria da Vale confirma o incidente, mas ressalta que eles não chegaram a fechar passagens. E que ontem tudo voltou à normalidade.

A ex-estatal comprou no ano passado 51% da BSG Resources Guiné – que detém concessões de minério de ferro na Guiné. Por US$ 2,5 bilhões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.