Secretário da Cultura ‘condena censura’ da Funarte e dá apoio a grupo teatral em SP

Sonia Racy

30 de agosto de 2019 | 13h02

ALE YOUSSEF. FOTO: SILVANA GARZARO

A Prefeitura paulistana decidiu contestar os critérios da Funarte — ligada ao Ministério da Cidadania — e apoiar os produtores de uma peça de teatro que está sendo retirada da lista de apoios do governo federal. À coluna, o secretário de Cultura municipal Ale Youssef avisa: “Chegou ao nosso conhecimento o absurdo episódio de censura cometida pela Funarte — Fundação Nacional das Artes — contra a peça teatral do grupo A Motosserra Perfumada”.

A Secretaria, acrescenta Youssef, “condena e combate veementemente qualquer tipo de censura.” E avisa: “Já oferecemos ao grupo espaços da cidade para realizar a temporada de estreia de seu novo espetáculo”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: