‘Se Petra ganhar, subo junto’, diz Sonia Guajajara sobre Oscar

‘Se Petra ganhar, subo junto’, diz Sonia Guajajara sobre Oscar

Sonia Racy

06 de fevereiro de 2020 | 00h50

Sonia Guajajara e Leonardo DiCaprio. Reprodução Instagram

 

“Você passou por isso uma vez, nós passamos por isso diariamente.” Foi assim que Sonia Guajajara respondeu a Leonardo DiCaprio quando o ator relembrou, no almoço dos indicados ao Oscar 2020, os ataques que lhe fez o presidente Bolsonaro, no fim de novembro. A líder indígena, que está nos Estados Unidos, conversou brevemente com DiCaprio e também com Brad Pitt durante o almoço dos indicados ao Oscar, no dia 27.

“Ele sempre foi interessado nas questões do meio ambiente e dos indígenas. E me disse que neste ano pretende atuar ainda mais nisso. Com o Brad Pitt conversei menos, mas ele me disse que minha presença ali era muito importante”, conta ela, que conversou com a coluna por telefone. Sonia esteve no encontro, em Los Angeles, a convite de Petra Costa. A agenda americana da líder indígena continua ao longo do mês. No dia 10, em parceria com a Amazon Watch, ela organiza encontro com outros atores hollywoodianos – Joaquin Phoenix está entre os possíveis convidados. Depois segue para Boston, onde participa de uma rodada de debates sobre a situação dos indígenas brasileiros na Smith College.

“Parece que o Bolsonaro faz tudo para piorar a situação dos indígenas. As coisas não estão fáceis no Brasil agora, mas é importante chamarmos a atenção para o que está acontecendo com a gente. Como ele pode colocar um ex-missionário evangélico para chefiar o setor de indígenas isolados na Funai? É absurdo”, reclama Sonia, referindo-se à nomeação do líder evangélico Ricardo Lopes Dias para o cargo.

Apesar dos muitos compromissos marcados, ela “não tira os olhos” do dia 9, quando Petra concorre ao melhor documentário no Oscar, com Democracia em Vertigem. E avisa que já tem um plano para a grande noite: “Se ela ganhar, nem sei o que vou fazer, mas acho que não vou me segurar. Subo junto”. /MARCELA PAES

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: