Sassaricantes

admin

07 de março de 2009 | 11h50

Coincidência ou não, no mesmo dia em que estreava Yan Tortellier, o novo regente da Osesp, o governo José Serra desembarcou na… peça Sassaricando, criação de Sérgio Cabral pai e Rosa Maria Araújo, que reúne marchinhas de sucessos dos anos 50 e 60.

Estavam lá, quinta, além de Serra, o vice Alberto Goldman, mais Aloysio Nunes Ferreira e José Henrique Lobo. Só faltou mesmo João Sayad – que acabou não podendo ir nem à Sala São Paulo nem ao Procópio Ferreira. Aliás, Serra, bem como parte da plateia, conhecia bem mais da metade das letras. “Sabe que isso até me preocupou”, ironizou. É.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.