São Paulo sem fumaça

Redação

26 de maio de 2009 | 07h45

Pode ser que, dentro de dez anos, São Paulo não tenha mais em seu transporte público um único ônibus movido a gasolina ou a diesel. Esse é um dos itens da nova Política Municipal de Mudanças do Clima, que deve ser votada na Câmara até quinta-feira.

O novo texto obriga, naquele prazo-limite, a mudar completamente a matriz energética no setor. O transporte público só poderá utilizar fontes não fósseis, como etanol, energia elétrica ou outras formas que venham a ser pesquisadas.

“A medida já foi adotada em outras cidades, mas nenhuma do tamanho de São Paulo”, avisa o vereador José Police Neto, líder de Gilberto Kassab na casa.

Veja também:
mais imagensExposição Isabelle e Emile Tuchband tem abertura no museu da Faap, com curadoria de Maria Izabel Branco Ribeiro
mais imagensJockey Club recebe a abertura da feira de decoração Casa Cor 2009
documentoOutras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.