São Paulo ganha festival de música no hotel Unique

São Paulo ganha festival de música no hotel Unique

Sonia Racy

12 de junho de 2019 | 00h15

Jonas Siaulys e Melissa Oliveir/ Foto: Renata Kovarick

São Paulo ganha mais um festival de música. Mais precisamente, dentro de um hotel. O Unique Music Festival, que vai acontecer nos dias nos dias 24 e 25 de outubro, pretende atrair o público que gosta de um bom line up, mas também preza pelo conforto.

Para isso, Jonas Siaulys, dono do hotel da Brigadeiro Luis Antonio, e Melissa Oliveira, diretora-geral, escalaram a agência Flow Creative Core e trazem ao Brasil bandas internacionais como Ceelo Green, Morcheeba e, como representante brasileira, a cantora Céu. Abaixo, a conversa com Jonas.

Como surgiu a ideia de fazer esse festival de música?

A música sempre foi fonte de inspiração para o Unique e está presente em todas as áreas comuns, até embaixo d’agua. Demos ao nosso bar e restaurante o nome de Skye em homenagem a Skye Edwards, vocalista do Morcheeba, que é uma das atrações principais do line up do festival. No lobby, o bar leva o nome do famoso álbum do Pink Floyd, The Wall.

Como foi feita a curadoria?

O shows superinusitados que o selo Sofar produz pelo mundo nos fez ir atrás da empresa que representa essa plataforma no Brasil: a Flow Creative Core. O ponto de partida foi o Morcheeba, que é uma das bandas de que eu mais gosto e que não saía em turnê há muito tempo. Aí buscamos um mix de bandas consagradas e novas apostas como o City of the Sun – que conheci no metrô de Nova York. A Céu será a representante brasileira.

São Paulo é muito elogiada pela sua gastronomia. O circuito musical da cidade também deve, na sua opinião, ser valorizado? 

Gastronomia é arte, música é arte. A música é um dos pilares importantes para promover uma cidade como destino. Isso já acontece nas grandes capitais do mundo e cada vez mais no Brasil. O Unique é um marco arquitetônico da cidade e por isso precisa fazer a sua parte em defesa da cena musical na Pauliceia.

Quais são as maiores expectativas para o evento?

A ideia é valorizar a música em um formato mais personificado. Nossa intenção é que o Unique Music Festival entre para o calendário da cidade e se torne um festival cool e alternativo. /MARILIA NEUSTEIN .