Saiu do papel

Sonia Racy

11 de maio de 2012 | 01h09

O número de famílias em extrema pobreza fora de programas sociais no Estado de São Paulo surpreendeu Alckmin. “Fizemos levantamento em pouco mais de 100 municípios e encontramos somente 4,3 mil famílias nessas condições. A estimativa preliminar do Estado, em todos os 600 municípios, era de 300 mil”, contou, ontem, o governador, entusiasmado com o baixo índice aferido até agora.

O primeiro cartão do Programa Solidário São Paulo – idealizado em conjunto com Dilma, para combater a extrema miséria – será entregue na cidade de Miracatu, interior do Estado, na sexta-feira que vem.

Mas, atenção: para receber os R$ 70 mensais, o usuário terá de assinar documento nos quais se compromete com uma lista de medidas específicas. Todas relacionadas à superação de suas privações – com direito a fiscalização.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.