Sai, não sai, sai

Redação

15 de novembro de 2009 | 06h38

Moradores de rua das áreas centrais de São Paulo são objeto de uma guerra particular entre Prefeitura e ONGs. Os fiscais tentam recolher essas pessoas e as ONGs lhes dão comida e cobertor.

“Assim eles nunca vão sair”, diz Marco Antonio de Almeida, da Viva o Centro. “E não se avançará na inclusão”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: