Sabrina Sato em ritmo de “Mamãe eu quero”

Sabrina Sato em ritmo de “Mamãe eu quero”

Sonia Racy

03 de março de 2019 | 01h05

Sabrina Sato/ Foto: Eduardo Rezende

Uma estratégia de logística de dar inveja às mais famosas celebridades mundo afora foi montada para que Sabrina Sato reinasse mais uma vez à frente da bateria da Gaviões da Fiel pelo décimo quinto ano, na madrugada de ontem. A escola fechou os desfiles do Grupo Especial. Até lá, Sabrina se prontificou a dar várias vezes de mamar a Zoe, de apenas três meses, além de ordenhar o leite materno para que a pequena se alimentasse enquanto a mãe batalhava na passarela do samba. Diferentemente dos outros carnavais, Sabrina faz um pré-preparo em casa, com uma equipe reduzida, e chega ao Hotel Holiday Inn, próximo ao Sambódromo, apenas para finalizar a produção. Enquanto isso, o marido Duda Nagle, ao lado dos pais da musa, ficam em casa para cuidar de Zoe. Neste ano a preparação física de Sabrina também fugiu às regras anteriores. Abaixo, trechos da entrevista para coluna antes de desfilar.

Você sempre fez uma preparação de atleta para o carnaval. Como adaptou essa rotina ao pós-parto e amamentação?
Respeitei o que minha médica passou. Não pude fazer uma rotina intensa de treinos, como nos outros anos, e nem uma dieta restritiva, por conta da amamentação. Foquei em ganhar condicionamento e fazer alimentação saudável. Comecei com caminhadas e aos poucos pude retornar aos exercícios de forma leve, com a ajuda do meu personal, Marcio Lui.

Como é voltar ao carnaval, agora como mãe?
É maravilhoso! Amo o carnaval, nasci no meio da folia e sou muito grata por ser rainha de duas escolas maravilhosas que me recebem há tantos anos – Gaviões da Fiel aqui e Vila Isabel no Rio de Janeiro. Me sinto completa em voltar sendo mãe, em uma fase tão única pra mim. Zoe veio pra somar em minha vida. Será inesquecível!

Como a maternidade mudou sua visão sobre as mulheres?
Vejo como nós mulheres somos múltiplas, como damos conta do recado, dos nossos filhos, do trabalho, da casa e de nós mesmas.

Qual recado você tem para dar para quem não consegue recuperar o peso tão rápido após a gravidez?
Nossa saúde é muito importante nesse momento, não só para nós como para nossos filhos. Meu foco hoje é estar bem para amamentar a minha filha e voltar à minha rotina de trabalho de forma saudável. Acho que cada mãe tem seu tempo, seu biótipo. Tem que se respeitar, se amar, estar bem pra cuidar e amar seu bebê. DORIS BICUDO e MARILIA NEUSTEIIN