Russo, tchê…

Redação

01 de setembro de 2008 | 17h54

Ainda Orangotangos não é a Arca Russa. Porto Alegre não é o Hermitage. Mas o filme de Gustavo Spolidoro, como a produção russa, é um imenso plano seqüência do começo ao fim.

A estréia em São Paulo será na próxima sexta-feira.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.