Rouba monte

Sonia Racy

19 Abril 2011 | 23h09

Não bastasse a queda do preços das ações de suas empresas na bolsa, Eike Batista terá que enfrentar a ira do governo do Estado. Ante sua grande influência na China, o empresário foi escalado para convencer a Foxconn, com seus US$ 12 bilhões de investimentos, a se instalar no Rio. Deixando Sampa para trás.

Atendendo a singelo pedido de Sérgio Cabral.