Romance policial

Redação

06 de maio de 2009 | 08h18

Para marcar seus 100 anos, amanhã, a Academia Paulista de Letras convocou Lygia Fagundes Telles.

Que, no discurso, não deve ignorar a estranha troca das cabeças de Fagundes Varela e Álvares de Azevedo e o sumiço dos bronzes do Jardim dos Escritores.

Veja também:
mais imagensEspetáculo O Balaiado, de Flavio de Carvalho, estreia no Teatro do Sesi
mais imagensBar Copacabana Palace é palco do lançamento do DVD da minissérie Maysa: Quando Fala o Coração
documentoOutras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.