Roller coaster

Sonia Racy

04 de novembro de 2015 | 01h35

Diversos motivos foram apresentados ontem, ao longo do dia, para justificar a forte alta dos preços das ações na BM&F/Bovespa, acompanhada de queda do dólar.

O mercado “culpou” desde a declaração de Abilio Diniz, alertando que o País está em “liquidação”, até a compra da divisão de cosméticos da Hypermarcas pela estrangeira Coty – sinalizando que, apesar da crise, recursos estrangeiros estão entrando. Ponderou também, mais levemente, sobre o fortalecimento das moedas latino-americanas. E lembrou-se do que seria um início do fim do chamado ciclo bolivariano…

Só não mencionou o mais provável: que o movimento fugiu da lógica ajudado pelo banco Morgan Stanley.