Roda mundo

Redação

20 de junho de 2009 | 06h00

Deu no Wall Street Journal. Sandy Weill, do Citigroup, no dia seguinte a sua fala atestando que não mais usaria o jato do conglomerado financeiro, voou com toda família para sua casa de campo durante o feriado. A um custo estimado em US$ 33,5 mil.

Não foi só ele. Executivos do Bank of America e Morgan Stanley fizeram o mesmo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: