Rio

Sonia Racy

29 de novembro de 2010 | 23h12

Adriano, atacante do Roma, afirmou não ter acompanhado a invasão militar na Vila Cruzeiro, favela onde nasceu.

O jogador, aliás, já depôs sobre supostos envolvimentos com o tráfico da região.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: