Rio-20

Sonia Racy

13 de junho de 2012 | 01h02

Álvaro de Souza, da WWF Brasil, não espera nada da Rio+20 depois da preparação conturbada. “A crise externa afetou muito. E, por aqui, o imbróglio do Código Florestal foi resolvido somente no mês passado, o que fez com que o evento não ganhasse a velocidade necessária para ter mais chances de êxito”, lamentou.

Rio-20 2
Entretanto, ele lembra que a última conferência, em Copenhague, começou mal, mas, aos 47 minutos do segundo tempo, surpreendeu. E chegou a conclusões importantes: “Temos de manter a esperança”.

Rio-20 3
Esperança que se esvaiu quando Souza tentou conseguir lugar para dormir na cidade maravilhosa durante a conferência.

Vai ter de viver, diariamente, na ponte aérea Rio-São Paulo até o término do evento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.