Responsa

Sonia Racy

04 de março de 2011 | 23h07

A Câmara dos Vereadores de SP adotou, em todas as suas compras, a obrigatoriedade de política reversa. Quem quiser vender para a entidade terá de se comprometer em dar destinação correta ao produto no fim de seu ciclo de vida.

Exemplo? Para vender um computador, a empresa terá que se comprometer a recolhê-lo, quando “morrer”, e enviá-lo para reciclagem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.