Repeteco

Sonia Racy

05 de julho de 2014 | 01h05

A CPI do Trabalho Escravo da Assembleia de SP aprovou requerimento pedindo ao Ministério do Trabalho que fiscalize novamente a Zara.

É a única das três empresas de confecção ouvidas pelos deputados – as outras são Marisa e M. Officer – que não foi alvo de nova revista após ser autuada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: