Repeteco

Sonia Racy

16 de março de 2013 | 01h10

Não será surpresa se Dilma der mais uma meia-volta nas concessões de estradas de ferro. Pelo que se apurou entre candidatos à tarefa, não há interesse em participar se mantidos os atuais moldes.

Problema maior: o fato de ser a Valec a garantir, por 35 anos, compra futura de carga.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: