Repaginado

Sonia Racy

30 de março de 2016 | 01h15

Em busca de apoio para a reconstrução do Museu da Língua Portuguesa, Marcelo Araújo reuniu-se com a Cebrace, produtora de vidros float, para avaliar detalhes do material necessário à recuperação.

Além da participar do projeto, a empresa poderá contribuir com produtos adequados para a preservação do acervo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.