Remédio caseiro

Sonia Racy

27 de novembro de 2013 | 01h06

Até setembro, a compra de remédios e fármacos via sistema de licitação do governo federal – que dá preferência a produtos brasileiros, mesmo que custem até 25% mais que os estrangeiros – atingiu R$ 232,8 milhões. Quase 800% a mais do que em todo o ano passado.

Os números são da CNI, baseados em dados do Ministério do Planejamento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: