“Regina Duarte é de formação democrática”, comemora ator Carlos Vereza

Sonia Racy

17 de janeiro de 2020 | 20h39

REGINA DUARTE. Foto: Iara Morselli/Estadão

O ator e diretor Carlos Vereza aprova a escolha da colega Regina Duarte para a Secretaria de Cultura no lugar de Roberto Alvim, exonerado na manhã desta sexta-feira.

“Ótimo nome. Grande escolha. Acho que ela vai aceitar. Regina é uma grande amiga e acho importante que ela é de formação democrática”, disse Vereza ao blog. Ele gravou recentemente entrevista com a atriz para seu programa Plano Sequência, sobre a Cinemateca Brasileira, e que foi ao ar pela TV Escola.

”Trabalhamos juntos na novela Selva de Pedra, na versão de 1972, meu convívio com ela vem dali”, contou Vereza. Ambos são eleitores de Bolsonaro e apoiaram o então candidato publicamente em 2018.

Sobre o vídeo de Alvim, Carlos Vereza disse ser “inconcebível”. “Eu falei (quando vi): não é possível! Passou todos os limites. Não precisava daquilo. E ele estava anunciando prêmios interessantes. Podia ter dito de outra forma”, avaliou o ator.

Regina foi convidada hoje para a Cultura por telefone pelo presidente . E pediu para dar uma resposta amanhã. Em entrevista na Rádio Jovem Pan, contou que disse ao presidente não se sentir preparada. Ao que ele teria respondido: “Pois se prepara porque eu quero você”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.