Rede tenta montar grupo com 13 senadores da esquerda

Sonia Racy

15 de janeiro de 2019 | 07h19

Randolfe Rodrigues vai ser o anfitrião de reunião, no dia 25, do bloco que a Rede tenta montar com PDT, PPS e PSB. Os 13 senadores desses partidos vão decidir para onde vão seus votos na disputa pela Presidência do Senado.

Exigências

Há duas exigências básicas para o apoio: que o candidato defenda gestão independente do Senado – ou seja, que não aceite ser correia de transmissão do presidente da República – e que não represente “a velha política” – parâmetro que desclassifica Renan Calheiros.

À coluna, Randolfe disse que Kátia Abreu é a única do grupo que se mantém simpática ao nome do emedebista.

Leia mais notas da coluna:
Tony Ramos não quer ‘usar a notoriedade’ para influenciar votos
Battisti poderia tentar redução de pena na Itália

Tendências: