Recurso do MP gaúcho ao STF tenta manter a prisão dos condenados no caso da boate Kiss

Sonia Racy

14 de dezembro de 2021 | 04h00

 

Luiz Fux. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Luiz Fux. Foto: Dida Sampaio/Estadão

Chega hoje ao STF, e vai direto para as mãos do ministro Luiz Fux, o recurso do MP gaúcho que tenta reverter o habeas corpus e manter a prisão dos quatro condenados pelo episódio da boate Kiss, em Porto Alegre.

A expectativa dos promotores é que Fux decrete já, liminarmente, a prisão dos quatro.

Como pano de fundo, uma séria pendência. A nova Lei Anticrime determina a prisão nas penas acima dos 15 anos, e era o caso. Mas a medida é questionada por muitos juristas.

Banda ou missa

Caiu como uma balde de água fria, nos meios jurídicos, o convite para a celebração da posse de André Mendonça como ministro do STF. Para quem esperava uma festa com banda e coquetel, veio o convite para um culto em Brasília, na quinta.

Perfil

Executivos do setor financeiro do Brasil são 13% mais inovadores e 16% mais inclusivos que a média dos profissionais desse área no mundo, segundo a Russell Reynolds. A consultoria ouviu 9 mil executivos dos cinco continentes, por quatro anos.

Pelo levantamento, os brasileiro seriam 31% mais pragmáticos, 25% mais ousados, 24% mais ágeis, 17% mais analíticos e 7% mais disruptivos.

Haja braço

Marcelo Queiroga surpreendeu a sala, ontem, em discurso na Fiocruz, no Rio. Disse que a fundação pode produzir até 480 milhões de doses da Astrazeneca em 2022. O pessoal se entreolhou. Contratos já assinados falam em 180 milhões.

BIENAL DO LIVRO

A Câmara Brasileiro do Livro já se prepara a 26.ª Bienal do Livro de SP, prevista para julho de 2022. A meta é conseguir R$ 4,5 milhões, via Lei Rouanet, para colocar o evento de pé.

AZUL E NIRVANA

Uma exposição imersiva com 300 obras-primas de Van Gogh em audiovisual chega a São Paulo em março. Um pavilhão de mais de 2 mil m2 será montado no MorumbiShopping – e depois ela segue para Brasília. Idealizada pelo Normal Studio de Montreal, a experiência Beyond Van Gogh inclui até aula de ioga e dança.

RIFA E HERANÇA

O filho de Paulo Leminski, Lucky, está rifando pacote de aulas de canto online pelo seu perfil no Facebook para arrumar a vida. Aos 53 anos, ele ainda tenta obter parte do patrimônio do pai, em disputa com as filhas do escritor.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.