Recomeçando

Sonia Racy

16 de março de 2016 | 00h35

A Prefeitura estendeu até 30 de março o prazo para reapresentação de documentos por parte dos consórcios interessados na PPP da iluminação pública.

Segundo concorrentes, a medida é ilegal e beneficia o consórcio Ecobraslux, liderado pela chinesa Yaming.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.