Recessômetro

Redação

06 de fevereiro de 2009 | 06h00

Quem avisa inimigo não é. Paulo Bernardo, do Planejamento, acredita que a indústria está medindo errado a profundidade do corte na produção por causa da crise. E vai faltar produto.

“Tá cheio de navio lotado de produtos estrangeiros buscando um porto”, avisa.

Leia outras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.