Receita contra as águas

Redação

14 de janeiro de 2010 | 08h39

O Ministério Público do Rio decidiu entrar na campanha contra tragédias em verões futuros. Está contactando as prefeituras do Estado e dando um prazo, até o fim do ano, para que façam levantamento minucioso das áreas ocupadas irregularmente, das que apresentam riscos – e, por fim, detalhes do plano diretor.

Coordenador da área de meio-ambiente do MP fluminense, Murilo Bustamente avisa: quando os mapas de todos eles estiverem prontos, o MP fará uma lista de pendências e recomendações.

Na verdade, exigências. Pois quem não acolhê-las, adverte o promotor, poderá sofrer ações judiciais.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.