Rebate

Sonia Racy

10 de novembro de 2012 | 02h30

Depois de Alckmin e Antônio Ferreira Pinto defenderem que a violência em São Paulo decorre da entrada de armas e drogas no Estado por falta de fiscalização nas fronteiras, o governo federal prepara a divulgação dos resultados de seu Plano Estratégico de Fronteiras, em operação desde o ano passado.

Na primeira semana de dezembro.

Temer, José Eduardo Cardozo e Celso Amorim se reúnem nos próximos dias para acertar os detalhes.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.