Rápido e certeiro

Redação

25 de novembro de 2008 | 06h00

Dias atrás, um rapaz que vende balas na esquina das ruas Colômbia e Alemanha, nos Jardins, avisou à Prefeitura que os galhos de uma árvore escondiam o farol e criavam confusão no trânsito. Pouco depois, funcionários da Prefeitura apareceram e começaram a cortar uma outra árvore, do lado oposto.

“Não é essa, é aquela ali”, avisou o rapaz, vendo os galhos da árvore errada na calçada. O fiscal mostrou-lhe a ordem de corte. Era aquela árvore mesmo. Mas a ordem era de… 2005.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.