Raio X

Sonia Racy

29 de agosto de 2011 | 23h07

O TJ-SP confirmou decisão que condena a prefeitura de Taubaté e o Estado a pagarem cem salários mínimos e mais R$ 40 mil à família de paciente morto por gripe suína. Em hospital público, queixando-se de dores de cabeça, no peito e nas articulações (e com sangramentos), ele foi medicado com dipirona.

E sua internação, segundo a Defensoria Pública, foi rejeitada.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: