Racismo e engajamento têm destaque no Prêmio Trip Transformardores

Racismo e engajamento têm destaque no Prêmio Trip Transformardores

Sonia Racy

25 de novembro de 2017 | 00h45

Rafaela Silva levou a plateia do Prêmio Trip Transformadores aos prantos, anteontem, no Auditório do Ibirapuera. A judoca, que recebeu o prêmio das mãos de seu treinador, ficou emocionada ao relembrar sua carreira, quando foi desclassificada da Olimpíada de Londres e chamada de “macaca” pelo público.

A temática racista, aliás, esteve presente em muitos momentos da noite. A atriz Bruna Linzmeyer, por exemplo, se emocionou ao entregar, ao lado de Eliane Dias, o prêmio a Djamila Ribeiro e chamou a atenção para a opressão que as mulheres negras ainda sofrem no Brasil.

Leia mais notas na coluna:

Temer será submetido a cirurgia de cateterismo esta noite

Huck não se pronunciará formalmente sobre candidatura

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.