Quintal

Sonia Racy

11 de abril de 2015 | 01h01

Ricardo Kugelmas abre sua casa, hoje, para instalação sonora de Lenora de Barros, que trata da crise hídrica e a utilização do volume morto. A cada 30 segundos, uma torneira derrubará bolas de pingue -pongue dentro de uma piscina vazia, provocando ecos.

Vão inundar o ambiente com “gotas de água sonoras”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: