Questão de dinheiro?

Sonia Racy

14 de junho de 2016 | 00h29

Quase impossível encontrar alguém ontem – seja do meio político ou empresarial – que acredite na possibilidade de Marina Silva e seu vice Guilherme Leal terem recorrido ao caixa 2 na campanha presidencial de 2010.

Entretanto, vale registrar que, nessa eleição, Marina foi “hóspede” do PV.

E vale também lembrar que a ex-senadora, na última campanha, devolveu R$ 500 mil depositados por duas empresas diferentes por não concordar com seu modus operandi.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: