Sharansky, o dissidente, vem a SP

Sonia Racy

17 Novembro 2016 | 00h10

Natan Sharansky, um dos ícones da dissidência soviética nos anos 80, chega ao Brasil e, como presidente da Agência Judaica de Israel, é o convidado de honra do “Gala Dinner” da 47.ª Convenção da Conib, no sábado.

Famoso por suas 37 greves de fome, quatro anos preso na Sibéria, ele foi o primeiro dissidente libertado por Gorbachev ao chegar ao poder.