Quem dá mais

Redação

19 de dezembro de 2008 | 06h00

Uma das novas urgências do governo Lula, por enquanto sem alarde, é dobrar investimentos no ensino médio – em especial, o técnico. Querem passar de R$ 1 mil para R$ 2 mil por aluno/ano.

O nome disso é corrida eleitoral. O Planalto deu-se conta de que o governo de São Paulo – leia-se, o presidenciável José Serra – já aplica R$ 3.364 por aluno/ano em escolas técnicas ligadas ao Centro Paula Souza.

E esse valor não inclui o investido em ampliação das escolas técnicas do Estado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: