Que apetite!

Sonia Racy

30 de julho de 2013 | 01h02

O papa Francisco deixou de comer em sua sala privativa para se juntar ao pessoal da cozinha e às irmãs do Sumaré, durante a Jornada Mundial da Juventude.

Raspou o prato. A aprovação do cardápio – de Pasquale Mancini, do Terraço Itália – demorou, não só por causa do pontífice, mas por conta da comitiva.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.