Quatro rodas

Sonia Racy

06 de novembro de 2014 | 01h11

Luiz Moan, da Anfavea, divulga hoje projeto ambicioso: a indústria automobilística vai dobrar a venda de carros até 2034 – de 3,7 milhões para 7,4 milhões de unidades por ano.

Sonho de uma noite de verão? Moan diz que não. E dá números. A comercialização de automóveis entre 2007 e 2013 cresceu pouco mais de 50% no Brasil, em média. Só na cidade de São Paulo é que a coisa não andou – para a felicidade do paulistano engarrafado. Em seis anos, aumentou somente… 6%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.