Quase adeus

Sonia Racy

04 Agosto 2015 | 00h44

Há quem diga, no Ministério do Desenvolvimento, que o modo de Armando Monteiro Neto lidar com a equipe pode ter-lhe custado uma baixa. Consta que o secretário executivo Ivan Ramalho, que saiu por uns dias, teria dito a amigos que talvez não volte ao cargo.

Monteiro é visto, à sua volta, como muito impaciente no contato com os subordinados.