Quando?

Sonia Racy

31 de maio de 2016 | 01h45

Marcelo Nobre, advogado de Cunha na processo que corre no Conselho de Ética, não havia sido intimado, até o início da noite de ontem, para a reunião que votará a cassação do peemedebista. Nos cálculos de deputados, a votação deve ser amanhã.

Nobre pretende usar seus 20 minutos para alegações finais – e se diz confiante no arquivamento do caso. “Não há uma única prova contra meu cliente”, garante.