Punição ou investigação de juízes são maioria dos casos do CNJ

Punição ou investigação de juízes são maioria dos casos do CNJ

Sonia Racy

21 de junho de 2017 | 20h12

FOTO: LUIZ SILVEIRA/AGÊNCIA CNJ

Ações para punir ou investigar a conduta de juízes somam a maior parte dos processos julgados pelo CNJ: nada menos que 43%. Pelo menos, é o que mostra levantamento fresquinho do órgão que revela também ser este o tema de 35 dos 80 processos julgados do início do ano até o dia 16 de julho.

São casos de punições disciplinares e abertura de processos administrativos.