Não há base legal para punir Janot, diz jurista

Não há base legal para punir Janot, diz jurista

Sonia Racy

01 de outubro de 2019 | 00h45

.

GILMAR MENDES E RODRIGO JANOT. FOTO : ESTADÃO

 

Como Rodrigo Janot se aposentou, e portanto não faz parte do corpo ativo do Ministério Público, não faz sentido o subprocurador Moacir Guimarães Filho pedir ao Conselho Nacional do MP qualquer medida punitiva contra ele pelo lançamento do livro Nada Menos Que Tudo – onde menciona sua “tentativa” de matar Gilmar Mendes. Só se ele estivesse na ativa o CNMP poderia abrir um processo disciplinar.

A avaliação é do advogado Eduardo Muylaert, especializado na área criminal. Do lado de Gilmar, o jurista faz duas observações. “Se ele se sentir ofendido, no âmbito pessoal, pode abrir uma queixa-crime. No nível profissional, poderia registrar queixa contra ele no próprio MP.”

Lula sem museu

O governo paulista começa amanhã as obras da Fábrica de Cultura de São Bernardo do Campo. A ser instalada no prédio onde o PT sonhava construir… o Museu Lula.

Doria dá início ao projeto, cravado num reduto petista, um ano e meio após seu antecessor, Geraldo Alckmin, autorizar a construção. O programa foi criado em 2007.

Casa nova

Claudio Lottenberg, que esteve recentemente com João Amoêdo, deu entrada na semana passada em processo de filiação ao Novo. É um nome que tem a simpatia do presidente do partido para concorrer em 2020 à Prefeitura de São Paulo.

Mas o médico e ex-CEO da Amil não está só. Filipe Sabará, do Fundo Social de SP, e Diogo da Luz, candidato do Novo ao Senado em 2018, sonham com a mesma vaga.

Casa nova 2

Lottenberg foi secretário da Saúde de José Serra na Prefeitura e tem também boa relação de amizade com Doria.

Cofrinho

O Museu do Ipiranga planeja captar R$ 83,865 milhões para terminar sua restauração e ampliação, iniciada em 2013.

A ideia é inaugurar pouco antes dos 200 anos da independência, em 2022, e receber mais de 500 mil visitantes por ano.

China na mira

Feliz com o aumento de arrecadação no turismo após a isenção de visto para os EUA, Canadá  e Japão, o ministro Gilson Machado quer estender a medida a Índia e China.

Um dos argumentos: a China tem 160 milhões de turistas por ano – e só 60 mil deles vêm ao Brasil.

Cinquentona

A TV Cultura prepara um plano especial para a comemoração de seus 50 anos de existência, em 2020: montar uma exposição com todo o acervo artístico acumulado ao longo do tempo.
Para tanto, pretende-se reunir obras doadas por artistas desde a criação da Fundação Padre Anchieta.

Começo do ‘Fim’

Fernanda Torres adaptou seu livro, O Fim, para a Globo. A obra vai virar uma minissérie de dez capítulos que começa a ser filmada em março do ano que vem.

Leituras com os atores e ensaios já começaram.

Prata da casa

O cabeleireiro Denis de Souza, que atende atrizes como Rachel Bilson, Mila Kunis, Olivia Wilde e Zoë Saldana – entre outras hollywoodianas –, vem ao Brasil em janeiro para dar uma masterclass na qual vai ensinar técnicas de coloração.

É seu primeiro trabalho na terra natal desde que começou a atender em Los Angeles, há 19 anos.

 

 

 

 

Tendências: