Pulo você

Sonia Racy

11 Outubro 2015 | 01h04

Para não prejudicar terceirizados de empresas envolvidas na Lava Jato, estejam ou não em recuperação judicial, e cujas contas estão sendo reexaminadas, a Petrobrás resolveu inovar.

Criou o que chama de “contas vinculadas”. Isto é, a estatal paga ao seu fornecedor encrencado depositando em uma conta à qual o “terceiro” tem acesso, para sacar o valor devido. Em outras palavras, a Petrobrás paga à empresa X, que deve para a Y, mas só a Y terá acesso ao deposito.

Pulo você 2

De um universo de 33 mil cadastrados na estatal, 12 mil são ativos. Aldemir Bendine pediu aos responsáveis pelo setor um programa de avaliação “de integridade de fornecedores”. Trabalho para muuuuito tempo.