PT saudações

Sonia Racy

22 Fevereiro 2013 | 01h04

Oscar Maroni circulava, no papel de ‘blogueiro progressista’, na festa pelos dez anos do PT no poder – anteontem, em SP. Seu crachá dava acesso a uma área restrita. Mas ele convenceu os seguranças de que era “petista das antigas” e ultrapassou a barreira.

O empresário se prepara para reabrir o Bahamas. “Em um ou dois meses”, garantiu. “É uma atividade lícita, só está fechado por ranço do Kassab”.

Saudações 2

“Com Haddad, não serei mais perseguido”, afirmou, fazendo pose para que um militante o fotografasse. “Sou da época em que a gente dizia ‘PT saudações’.” Para provar, tirou do bolso carteirinha de militante. Quebrada em 4 partes.

Saudações 3

Antes do discurso, Dilma lamentou que parte da militância tenha ficado de fora e agradeceu aos que assistiam ao ato pelos telões. “Mas é assim, a gente cresceu.”

Saudações 4

Petistas foram divididos em três categorias. Quem tinha pulseira vermelha ou amarela podia ocupar lugar no auditório; a verde só dava acesso ao espaço do telão. Lá estava Ângela Guadagnin, da dança da pizza.

Reeleita vereadora em São José dos Campos, deu pulinhos de alegria ao ver Clara Charf. Pediu até para tirar foto com a viúva de Carlos Marighella.